Análise – Teclado ‘HyperX Alloy FPS’ une minimalismo com versatilidade

Postado em
Atualizado em

Categoria: Artigos, Review, Tecnologia

Compartilhe:

Desenvolvido pela HyperX com o intuito de saciar os jogadores de plantão que buscam por alta performance com um enfoque especial no manuseio e praticidade, teclado gamer faz jus ao que promete – confira:

POST_SAIBAMAIS

Se preocupando  com a qualidade de seus produtos e enfrentando uma carga tributária que impacta diretamente nos preços praticados no Brasil, a empresa anunciou na última Brasil Game Show seu mais novo teclado gamer focado na portabilidade e que apresenta propostas focadas no jogador de plantão que está em frequente locomoção. O InternerdZ checou o produto, assista abaixo ao nosso unboxing:

Após sua apresentação, logo de cara já notamos o quão bem trabalhada é sua embalagem – tradição em produtos da marca.

Mesmo se tratando de seu primeiro teclado, a HyperX não economizou no sistema mecânico do Alloy – incorporando a tecnologia Cherry MX Blue nas teclas resultando em ‘sons de confirmação’ através de botões que apresentam uma pressão maior.

Isso, na, prática permite maior segurança na digitação ou até mesmo desempenho nos games, que não sofrem com efeitos de duplo pressionamento de forma involuntária. Vale lembrar que a vida útil de cada um dos botões é de 50 milhões para cada tecla e que o modelo ainda incorporando o sistema anti-ghosting que permite pressionar várias teclas ao mesmo tempo sem travamentos.

Outro ponto importante é que o Alloy FPS não necessita de absolutamente nenhum software para modificar seus efeitos de luz – ponto positivo já que estamos tratando aqui de um modelo totalmente plug & play.

Reforçado com materiais de aço, o toque e separação de teclas apresentam um produto realmente resistente mesmo aparentando uma leveza descomunal. Trabalhar ou até mesmo jogar com o teclado mecânico é uma tarefa satisfatória mesmo por longos períodos de tempo – e isso por si só aliado às teclas com aderência proporcionam um resultado positivo.

hyperx-alloy-fps_4

Este slideshow necessita de JavaScript.

Em parte de sua retroiluminação o HyperX o Alloy FPS exibe uma alta gama de personalização – o que inclui 6 modos LED predefinidos e o modo livre que possibilita o usuário escolher qualquer tecla para iluminar como quiser.

Com uma tecla contextual é possível aumentar e diminuir o brilho (5 níveis disponíveis) e realizar a alternância dos modos combinando a tecla “FN” + teclas direcionais – um processo extremamente descomplicado e que não irá de forma alguma tomar mais que alguns segundos até definir o sua iluminação preferida.

Já no quesito praticidade – seu principal foco – temos um dispositivo acompanhando um cabo trançado mini USB removível com um bom tamanho (1,8m) e resistência, deixando-o pronto para qualquer viagem. A embalagem do produto ainda traz uma ‘bolsa’ feita especialmente para embarcá-lo.

hyperx-alloy-fps_8

Este slideshow necessita de JavaScript.

No teclado, temos uma entrada USB na parte traseira do produto feita especialmente para o cabo de energia do mesmo, além de outra especial para o carregamento de smartphones. De fato, aqui sentimos uma carência de mais uma para a entrada de dispositivos como um pen-drive ou um HD externo – observação que não reduz o produto, mas que poderia dar um toque a mais no conjunto.

Por fim, outros acessórios ainda acompanham o Alloy FPS tais como uma chave para efetuar a remoção dos botões, e 8 teclas adjacentes (W,A,S,D, 1,2,3,4) na cor vermelho que acompanha uma textura que lembra o alumínio, e proporcionando uma pegada diferenciada permitindo assim uma jogatina ainda mais frenética.

Vale a pena?

Com o preço de mercado de R$ 749,90 e propondo uma experiência que se adeque principalmente aos jogadores de FPS (first person shooter), o teclado mecânico incorpora propostas de praticidade – algo que ele consegue cumprir com êxito mesmo embora uma saída adjacente USB poderia vir a realçar ainda mais tal conceito.

Com retroiluminação, teclas especiais simulando uma certa aderência e um sistema Cherry Blue que valoriza o toque, o primeiro teclado a HyperX ainda não é o que podemos chamar de obra prima, mas certamente é um produto que promete e cumpre todas as suas propostas.

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...
Very Traffic