Análise – ‘IronKey D300’ é o tanque de guerra dos Pendrives

Postado em
Atualizado em

Categoria: Artigos, Review, Tecnologia

Compartilhe:

Pesando 50 gramas, armazenador de informações é coberto por ligas de magnésio, selado por Epoxi e aguenta 1,2 metros debaixo d’água  ainda acompanhando criptografia de dados. É mole? Confira nossa análise:

Destinado a usuários que carregam informações sigilosas ou que prezam pela segurança de seus dados ao máximo, D300 é o pendrive ‘segurão’ da Kingston – que não só traz funcionalidades especiais como também incorpora um acabamento premium que deixará muitos boquiaberta.

Fundamentando melhor as razões pelas quais a série D300 é tão eficiente, um dos motivos certamente se dá pela aquisição da empresa IronKey – que já trabalhou provendo itens de segurança para o governo dos Estados Unidos, o que por si só já traz um novo patamar de qualificações (mesmo que hoje tal justificativa seja questionável).

Voltando ao produto em questão, o pendrive originalmente lançado no ano de 2016 é composto por vários níveis de armazenamento – partindo do básico 4GB à 8GB, 16GB, 32GB, 64 GB concluindo em 128GB.

Com uma construção praticamente impecável, o D300 à primeira vista pode parecer um item até comum (com um bom acabamento) mas basta examiná-lo mais afundo para percebermos suas qualidades.

Mais pesado que produtos do segmento, temos aqui 50g em liga de magnésio, e sua resistência é notada já no primeiro momento em que pomos as mãos no dispositivo – detalhe que só cresce ao manuseá-lo.

A impressão que fica é que estamos lidando com um armazenador de dados encorpado por uma “armadura” – devido seu peso e acabamento, que pode ser considerado de luxo.

Falando mais sobre a sua construção, no quesito hardware seu interior é selado com resina de Epoxi; este é um detalhe bem importante pois com ele não é possível utilizar nenhum sistema externo para roubar os dados, sendo praticamente impossível (não totalmente) este tipo de ação. O D300 ainda vem com o certificado IPX8, à prova d’água a 1,2 metros e também resistente a variações extremas de temperatura.

Já sua porta 3.0 possibilita uma transferência alta de dados, todavia caso seu computador possua apenas saída USB 2.0, fique tranquilo, pois as taxas de transferência não deixam a desejar – confira:

  • USB 3.0: 80 MB/s para leitura e de 12MB/s para gravação
  • USB 2.0: 30MB/s para leitura e 12MB/s para gravação.

Ainda é possível checar através de um LED azul localizado no próprio dispositivo a taxa de transferência – ajudando caso algum arquivo seja corrompido, uma vez que há uma indicação em vermelho neste caso.

Utilização

Talvez uma das grandes qualidades do D300 seja sua interface – extremamente simplificada, que após plugar o pendrive é exibida auxiliando o usuário a configurar o armazenador de dados.

Aqui, não é necessário nenhum tipo de hub ou outros periféricos para a realização da instalação, já que tudo é processado pelo próprio pendrive. Vale lembrar também que todo processo só é executado uma única vez, após isso procedendo de forma rápida nas próximas utilizações – é claro, sempre requisitando o código cedido nos primeiros momentos de configuração.

O D300 é imune a qualquer tipo de ataque BadUSB, sendo assim um grande diferencial a extrema segurança não permitindo um terceiro tenha acesso aos seus dados.

Mesmo que todo processo de credenciamento não seja complicado, é necessário dizer que o produto acompanha diretrizes bem rigorosas a respeito de sua segurança – principal característica.

Um exemplo disso é que se você digitar 10 vezes a senha, e errar… o pendrive deleta todas as informações iniciando automaticamente o processo de formatação. Acredite se quiser.

Vale a pena?

Disponível no mercado por um preço elevado – reflexo do seu posicionamento perante consumidores que estão dispostos a desembolsar cerca de R$ 942,30 (64GB) por um armazenamento razoável com extrema segurança, o D300 apresenta um diferencial de mercado, uma vez que não temos tantos produtos com a qualidade Kingston por aí.

Defendendo o que é seu em tempos em que roubos de informações estão no auge, certamente se você não quer ver seu projeto “ultra-secreto” sendo espalhado por aí, ou dados pessoais – o valor é mais do que justificável.

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...