Líder, louca e fragilizada – quem vai parar Daenerys?

Postado em
Atualizado em

Categoria: Series, TV

Compartilhe:

O penúltimo episódio de Game of Thrones nos mostrou tudo aquilo que GOT faz de melhor: sangue e destruição. E, com um grande twist (para alguns) sobre a Quebradora de Correntes, comentamos um pouco sobre sua trajetória e fundamentalmente – porque ela se tornou a líder que vimos ontem. Se você ainda não assistiu, saiba que tem muito   spoiler pela frente!

Desde o começo da série, a se destacar a 6 e 7 temporada, acompanhamos o crescimento de Daenerys Targaryen – de uma exilada a uma libertadora de escravos; de uma inocente a uma líder. Abraçando os pilares da sua família (fogo & sangue) e deixando para trás toda sua ingenuidade, em ‘The Bells’ a catarse se eleva ao ápice.

Frustrada, Khaleesi toma sua decisão.

Eventos que podem ter passado despercebido para alguns, mas ao longo de 8 temporadas Game of Thrones, Dhaenerys demonstrou em várias ocasiões, aquilo que lutou contra – e mais: carregada de (mais uma vez) ingenuidade, compramos sua narrativa na maioria das vezes.

Uma negociação concretizada com “êxito”

Já na 8ª temporada, após a Batalha de Winterfell (comentamos sobre o episódio aqui) e o episódios ‘The Last of the Starks’, com seu exercito enfraquecido e logo após com a morte de Viserion e Rhaegal, A Rainha Dragão se viu cada vez mais abalada. E, logo depois da morte de sua melhor amiga Missandei, fragilizada. Com Westeros ao lado de Jon Snow o que inclui até mesmo a rejeição de quem mais amava, ela se tornou cada vez mais distante daquilo que a rodeava. Sem Sor Jorah, e sem até mesmo o amor de Jon, o que mais poderia acontecer? Traição.

Não foi loucura. Ela simplesmente escolheu governar pelo medo. Algo que muitos podem não concordar, mas que não podemos negar. 

 Achávamos que era neve, mas eram cinzas da destruição que causou.

Toda a transformação da personagem foi abordada de forma mais clara nos livros, com questionamentos pessoais e muito mais tempo para digerir as decisões que estava tomando e o caminho que tinha escolhido seguir (Em especial Crônicas de Gelo & Fogo: Dança dos Dragões). De toda forma, a série continua fiel fundamentalmente à sua essência, mostrando personagens ambíguos e humanos. Em uma era da idade média, onde nada era preto no branco.

O que acontecerá agora com Daenerys Targaryen?

Desde a primeira temporada acompanhamos seus sofrimentos e conquistas. Três dragões, o exército dos Imaculados e os Dothraki. tudo conquistado com sua sabedoria e bondade movendo multidões a seu favor. Porém, após o último episódio um gosto agridoce se espalha no ar. 

Vimos no olhar de Jon e na experiência de quase morte de Arya algo que muda tudo. Após o badalar dos sinos, Daenerys não parou – e isso a custará caro, muito caro. Sem fiéis (ao menos, humanos), a grande questão que permeia é: quem conseguirá pará-la? E sobretudo, quem comandará os Sete Reinos após isso? Perguntas que somente o próximo domingo podem nos responder.

E se você já é fã de carteirinha das Crônicas de Gelo e Fogo, chegou a hora de conhecer ‘O Mundo de Gelo e Fogo’, edição que serve como guia para o que há de mais importantes em todo o universo da franquia:

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...
Very Traffic