5 MOTIVOS para jogar The Sinking City | Mitos de Cthulhu

Postado em
Atualizado em

Categoria: Cthulhu

Compartilhe:

Desenvolvido pelos veteranos do estúdio Frogwares, conhecido pela franquia Sherlock Holmes nos games – The Sinking City promete não só se aprofundar na mitologia dos Great Old Ones como expandir o universo – e nós temos 5 razões pelas quais vocês deve se importar:

Mundo aberto repleto de mistérios

The Sinking City se ambienta na cidade ficcional de Oakmont, em Massachusetts, durante o ano de 1920. Neste lugar conhecido pela pesca,  vários acontecimentos sobrenaturais estão transformando a vida dos cidadãos em um verdadeiro inferno. E nós precisamos descobrir o que está por trás de tudo isso.  

Oakmont não é marcado em nenhum mapa conhecido, portanto poucas pessoas sabem de fato como encontrá-la. Devido ao seu afastamento, o local se tornou alvo para cultos e seitas tornando a cidade um hub para os praticantes do oculto. 

Desta forma, cultistas em trajes sangrentos são uma visão comum nas ruas ao lado de cidadãos comuns e pescadores – estes, refugiados da destruição de Innsmouth.

Outra curiosidade é que a cidade desenvolveu seu próprio dialeto, mas a origem de várias frases é extremamente obscura até mesmo para os moradores.

Após um evento assombroso, esta começou a inundar misteriosamente isolando por completo o local do continente. Para piorar, a Oakmont exerce grande histeria e loucura nas mentes dos cidadãos chegando até a atrair pessoas de outras cidades através de visões terríveis.

Na pele de Charles W. Reed, um veterano de guerra, teremos uma cidade completamente explorável do começo ao fim repleta de mistérios a serem resolvidos seja em terra, seja em mar – uma vez que teremos a possibilidade de explorar o oceano através de um traje subaquático. 

Progressão de um RPG

Um ponto importante a ser dito, é que de fato teremos a tradicional barra de experiência aqui. Ao longo da jogatina, enfrentaremos criaturas e até cultistas que nos permitirão evoluir uma árvore de habilidades – incentivando assim a exploração e o aspecto complecionalista.

Em termos de evolução individual, podemos esperar por caminhos baseados em combate, habilidades investigativas ou passivas priorizando o aumento de atributos do personagem. 

Combate como emergência

Ao contrário de certos títulos a se adentrarem no universo de H.P. Lovecraft, The Sinking City trará um sistema de combate – este, que por sua vez permitirá abordagens mais ofensivas em determinados momentos possibilitando um embate propriamente dito. 

Em todo caso, não espere por um excesso de munições ou por resolver tudo na base do combate; afirmado várias vezes pela desenvolvedora, o título é mais voltado à sobrevivência – e munições são extremamente escassas aqui. 

Além disso, o sistema de sanidade terá grande impacto na jogatina, e o caminho mais sensato será sem dúvidas evitar certos encontros.

Uma continuação dos Cthulhu Mythos

Após entrevistas recentes na E3, foi revelado que o game levará todos os acontecimentos dos contos originais ambientados nos Cthulhu Mythos como algo canônico. Mais que isso, agora saberemos o que aconteceu após os eventos de Innsmouth. Interessante, não?

Investigações no cerne da jogabilidade

The Sinking City incorpora à sua jogabilidade vários elementos marcantes dos jogos da série Sherlock, tal como a elaboração complexa de investigações, interrogações – o que pode lembrar alguns do marcante L.A. Noire (Rockstar)

Em entrevistas, os desenvolvedores já confirmaram que Sinking City trará várias rotas investigativas tal como desfechos para os casos – sendo assim, não espere encontrar tão facilmente desfechos conclusivos sobre os mistérios.

Opções de compra:

Compilado de contos:

Melhores adaptação para HQ:

Contos separados:

Melhores jogos:

‘The Sinking City’ já está disponível para PC, Playstation 4 e Xbox One

A SEMANA MITOS DE CTHULHU ACONTECE ENTRE OS DIAS 27 A 3 DE JULHO

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...
Very Traffic