‘Break Loose’ – Viciante e desafiador game mobile nacional já está disponível

Postado em

Categoria: Games, Mobile Games

Compartilhe:

Originalmente agendado para ser lançado em março, os desenvolvedores do estúdio Pixtoy tomaram uma difícil decisão adiando-o para que o público tenha em mãos o melhor produto final que eles poderiam ter feito. E você já pode conhecer da melhor forma o game!

POST_SAIBAMAIS

Aderindo uma jogabilidade de plataforma no maior estilo endless running, Break Loose coloca o jogador em um clima de adrenalina rodeado de adversidades e obstáculos que trarão à aventura sempre uma sensação única!

Uma infestação de zumbis em nível catastrófico levou a sociedade ao colapso. A civilização foi terrivelmente atacada e contaminada por essas criaturas. Isolados e com recursos cada vez mais escassos, algumas bases militares espalhadas pelo mundo abrigam os únicos sobreviventes que ainda não foram infectados por essa praga. E a salvação está nas mãos de alguns desses sobreviventes, que inconformados, arriscarão suas próprias vidas para exterminar o maior números de zumbis possível. Ninguém sabe afirmar, mas rumores indicam que tudo começou com um vírus que estava sendo testado em cobaias humanos que viviam em condições de extrema pobreza. Esse vírus tinha como objetivo, literalmente, eliminar o problema social dos grandes centros urbanos. No entanto, acredita-se que o vírus foi interagindo com o DNA de suas vítimas e conseqüentemente sofreu mutações genéticas. E assim começou o apocalipse zumbi…

Representados pelos personagens do jogo, os sobreviventes se veem isolados e com os recursos cada vez mais escassos nas bases militares. Inconformados com a situação, esses corajosos sobreviventes saem da base militar em busca de uma salvação para o mundo. Do lado de fora, são obrigados a usar suas melhores habilidades para matar e desviar da maior quantidade de zumbis que conseguirem.

“Break Loose” está disponível Apple Store e em breve deve chegar ao Windows Store e Google Play

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...