Análise – ‘Mônica e a Guarda dos Coelhos’ é um jogo de estratégia e trabalho em equipe

Postado em
Atualizado em

Categoria: Games, Review

Compartilhe:

Mônica e a Guarda dos Coelhos, nos surpreendeu bastante, é um jogo que exige estratégia e trabalho em equipe, por isso sugerimos que você junte seus amigos, família, para ajudar a Mônica a salvar o Castelo.

Mônica e a Guarda dos Coelhos é um jogo brasileiro, da Mad Mimic em parceria com a Mauricio de Sousa Produções. A Turma da Mônica é importante para a cultura de muitos brasileiros, a marca educou várias gerações e não há quem não conheça esta turminha.

Não é a primeira vez que temos o tema nos games, tivemos o primeiro jogo em 1991- Mônica e o Castelo do dragão, na verdade um mod de Wonder Boy in Monster Land, de qualquer forma era muito divertido dar coelhadas. Após mais de 20 anos, a turminha voltou aos consoles em Mônica e a Guarda dos coelhos.

Gráficos e Trilha Sonora

Os gráficos são minimalistas, mas bem trabalhados, o que não dificulta a identificação dos personagens. A produtora, foi bem detalhista na criação, trazendo a realidade dos quadrinhos para cada um, são pequenos detalhes que fazem a diferença.
Inicialmente com a trilha sonora no tema medieval encaixou muito bem na temática do jogo, pois foi dividido em 4 mundos e níveis de dificuldades: O Reino dos Coelhos, Deserto no Meio do Nada, Vale dos Cristais Mágicos e o Grande Esgoto. Também há três níveis de dificuldade: Bairro do Limoeiro, que é o modo Fácil; Dono da Rua, modo médio; Plano Infalível, que é o modo difícil.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gameplay

São 16 personagens, e com mais de 150 missões a serem cumpridas. De início, são apenas 4 personagens liberados, Mônica, Cascão, Magali e o Cebolinha, ao cumprir as missões, você ganha coelhos dourados para desbloquear os demais personagens.
Durante a defesa do Castelo, é necessário a fabricação dos coelhos, para utilizar como munição, e cada coelho tem a sua função, a Dalila,na cor rosa é utilizada para atrasar o avanço dos inimigos, já o Hércules na cor amarela, utiliza a eletricidade, para paralisar por um tempo o ataque. E finalmente o Sansão é a principal arma do jogo, com ele você elimina os inimigos.
Para a fabricação dos coelhos, você deve coletar a matéria prima: pedra e pólvora, trabalhar elas em cima da mesa, e levá-las até a “bigorna” com suas respectivas cores, posteriormente você arma o canhão , mira e atira contra os inimigos, lembrando que deve ser feita a limpeza do canhão, o que exige trabalho em equipe e muita agilidade, para não deixarem os inimigos avançarem contra o Castelo.
Durante o gameplay, nos vem um nervosismo engraçado, para conseguirmos concluir no tempo determinado e o jogo com o cooperativo local só aumentou as risadas durante a análise, e o melhor de tudo é a conclusão com sucesso da missão, a recompensa é satisfatória.

Vale a pena?

Mais uma vez, Mauricio de Sousa Produções, mostra com a turminha que o trabalho em equipe é essencial para vencer desafios. Este tipo de jogo não é tão comum hoje em dia, devido ao formato atual que temos na indústria de games, mas com certeza vai cativar todas as gerações de fãs da Turma da Mônica e também de jogos eletrônicos.

Nota: 9.0

COMENTÁRIOS

Loading Facebook Comments ...
Very Traffic